PALESTRA DE EMPREENDEDORISMO PARA JOVENS

 Um dos grandes desafios da atualidade é colocar o jovem no caminho do trabalho.  Já temos uma diminuição enormes na oferta de empregos e, positivamente, o crescimento no número de jovens empreendendo.

Empreende-se cada vez mais cedo: alguns deles o fazem de forma estruturada, tentando resolver um problema da sua comunidade, criando o plano de negócios, estruturando um canvas e fazendo sua startup planejada. Outros fazem de maneira empírica, por tentativa e erro, sem muito planejamento mas como paixão.

Entre os casos necessário destacar a mudança de atitude desta nova geração. Se temos de um lado jovens Imediatistas com pouco iniciativa mas com grande possibilidade de engajamento, de outro lado encontramos jovens preparados, ambiciosos na medida, engajados e com foco claro nos seus objetivos.

Claro que temos diferenças na formação de cada jovem, no seu ambiente de origem, na sua forma de entender o mundo e seu anseio de transformar. É isso que busco entender e compartilhar nas minhas palestras para os jovens empreendedores.

O pulo do gato está na curta distância entre entender a necessidade, desenhar e testar a solução, errar e aprender para então, crescer de forma consistente.

Está nesta etapa? Não tenha medo da cicatriz. Dê o passo.

E conte comigo.

DIFERENÇA ENTRE MENTORIA E COACHING

Sempre após as minhas palestras, em São Paulo ou em qualquer lugar do Brasil, invariavelmente sou procurado por pessoas que pedem a minha orientação. Querem me contratar para ouvir e ajudar a resolver o que entendem ser um problema, pessoal ou profissional. Entretanto, a grande maioria não sabe de fato o que precisa, então todos me perguntam se faço coaching.

Afinal, o que é coaching? E qual a diferença entre mentoria e coaching?

Entendo que são coisas diferentes, para situações diferentes.

O coaching é uma ferramenta muito utilizada quando você precisa de ajuda para refletir sobre o seu caminho. O coach é a figura que vai ajudá-lo a organizar o pensamento para que você possa decidir melhor, te provocar reflexões. Mas jamais vai sugerir algo ou decidirá por você.

Já a mentoria é um processo diferente. Você busca alguém com mais experiência que você , que já tenha passado por uma situação similar para que possa conversar com ela sobre os possíveis caminhos e ela lhe ajudar, contribuído com a decisão.

Brinco com os meus amigos dizendo que eu não tenho equilíbrio emocional para ser coach. Quero logo me meter, conversar com a pessoa, mostrar os caminhos, dar a minha opinião e ouvir a dela. É claro que a palavra final é sempre do mentorado, mas é importante entender aquele cara ali como um parceiro para a troca de experiências, de percepções, de visão de mundo e de negócios.

Cada uma das duas opções é realizada por profissionais de formações distintas, usam métodos diferentes e buscam resultados diferentes. É importante entender para escolher o que de fato você precisa.